Hevoise Fatima Papini

Os benefícios da educação alimentar

A educação alimentar pode ter vários objetivos: perda ou ganho de peso, controle do colesterol, da glicose ou até de inúmeras outras doenças e situações que exigem uma mudança na alimentação, como por exemplo, a cirurgia bariátrica. Mesmo que você esteja super-saudável e queira apenas manter o peso, a educação alimentar é fundamental, pois hoje já temos total certeza da importância da nutrição no bem estar e na qualidade de vida. A ciência da Nutrição evoluiu muito nas últimas décadas e hoje se sabe que a alimentação, aliada ao estilo de vida (exercício, controle do estresse, tabagismo etc.) tem enorme influência na prevenção e controle das doenças crônicas.

No entanto, como o prazer pelo alimento tem um significado profundo em nossas vidas, a educação alimentar deve otimizar os hábitos alimentares, permitindo ao mesmo tempo alguns prazeres que têm para nós um sentido especial. E, por isso, ela deve ser personalizada, pois o significado afetivo de um alimento é individual para cada um de nós!

Ao longo da vida vamos construindo nossa história alimentar, com alguns alimentos que têm um significado emocional, familiar ou que nos traz memórias preciosas. Negociar estes prazeres, associando-os a uma alimentação saudável faz parte do processo de transformação que é a educação alimentar.

Voltar